Senadores encontraram um jeito de salvar a pele de Aécio Neves (PSDB) sem ter de esperar o julgamento do Supremo; o Senado não vai esperar a decisão da corte, marcada para o dia 11, sobre a controvérsia surgida após o afastamento do tucano Aécio Neves do cargo e a determinação de recolhimento noturno do senador;